Estética

A Influência Da Mídia Nos Padrões De Beleza

Se Ficar Bela Tem Um PREÇO, Que Seja Continuar Viva!

A busca por um padrão de beleza ideal recebe da mídia forte influência, que nem sempre se traduz em bons resultados. O assunto além de polêmico, sempre gera controvérsias.

Pessoas insatisfeitas com sua imagem ficam ‘mexidas’ psicologicamente com essa pauta de beleza padrão, que atinge ambos os gêneros (masculino e feminino).

Ficam escravizadas. Tudo leva a uma desordem tanto no corpo, quanto na alma e, principalmente, na condução da própria vida.

As conseqüências têm sido drásticas com doenças e óbitos nessa busca incessante e demagógica de uma beleza padronizada. O preço é alto e muitas vezes pago com a própria vida.

A influência da mídia nos padrões de beleza precisa trazer informações claras sobre os benefícios e os riscos de cada procedimento. Dará assim oportunidade a uma reflexão, a uma tomada de decisão mais consistente para quem quer buscar o ‘corpo ideal’.

A Influência Da Mídia Nos Padrões De Beleza

A Influência Da Mídia Nos Padrões De Beleza

A Influência da Mídia nos Padrões de Beleza Atinge a Vaidade

A partir da década de 80, a intensificação do culto ao corpo se expandiu. O corpo passou a reinar nos meios midiáticos, através de uma crescente preocupação com a imagem e com a estética.

O cinema de Hollywood, as novelas e as campanhas publicitárias levaram a crer que a imagem da eterna juventude associada ao corpo perfeito e ideal, atingiria todas as idades, diversas classes sociais e múltiplos estilos de vida. O corpo ideal que se apresentava na mídia e que invadia egos e vaidades, nem sempre era aquele corpo que se possuía ou que se conseguiria ter. Aí sempre morou o perigo!

Inicia uma saga, onde os caminhos a serem percorridos não são tão saudáveis assim. O corpo ideal imposto está longe de ser muitas das vezes, aquilo que se poderá conseguir a curto, médio e longo prazo. A sociedade da beleza na sua tirana, não dá brechas para o ‘mais ou menos’.

A influência da mídia nos padrões de beleza é visto nos programas de televisão, com dicas de saúde que costumam apresentar alimentos saudáveis e exercícios que precisam ser praticados, para uma melhor qualidade de vida. Ate aí, tudo bem!

O problema é quando essa mídia passa a ser o agente causador de distúrbios e doenças, com base na procura desenfreada desse padrão de beleza ideal.

A Influência da Mídia Nos Padrões de Beleza Diz Que Para Ser Feliz é Preciso Ser Magro…

Quando seu corpo não corresponde com o ‘padrão estabelecido’, essa não aceitação do próprio corpo vai ser responsável por doenças como bulimia e anorexia.

A bulimia provoca uma vontade compulsiva de comer, principalmente alimentos calóricos. Em seguida, bate um arrependimento e aquele medo de engordar.

O passo seguinte é colocar ‘tudo pra fora’, provocando vômitos e o consumo desordenado de laxantes e diuréticos. Seguido de intensos exercícios físicos para compensar a compulsão alimentar.

Já a anorexia provoca um medo desesperador de engordar e provoca na pessoa uma prática quase doentia, de simplesmente não se alimentar.

É importante que ocorra uma reeducação por meio de estudos e campanhas de conscientização, para que a influência da mídia nos padrões de beleza perca esse poder tirano e deixe de manipular de forma tão desastrosa.

A Influencia da Mídia Capitalista Nos Padrões de Beleza

Essa mídia capitalista que bombardeia com tantas informações provoca que, principalmente a mulher, que tanto está incomodada com seu visual, perca a sua própria individualidade em nome de padrões que nem ela sabe direito como chegar até lá.

A Influência Da Mídia Nos Padrões De Beleza: Em Qual Padrão e Beleza Você se Encaixa?

Surge uma obsessão pela magreza com dietas mirabolantes acompanhadas de cirurgias plásticas incorretas, fora dos padrões da SBCP – Sociedade Brasileira de Cirurgiões Plásticos.

Surge também uma ditadura da moda, mais o oferecimento de produtos de beleza e cosméticos que são apresentados de forma compulsiva por uma mídia enganosa, que só vê um lado da história.

Porque a mulher que enfrenta o mercado de trabalho, que precisa sair de casa antes do sol nascer, com múltiplas atividades diárias, mal tem tempo para fazer sequer uma unha, que dirá seguir padrões escravizados que exigirão dela uma situação impossível dela cumprir.

Há uma agressão física, emocional e financeira. Para isso é importante uma revisão dos conceitos de beleza, priorizando pontos para descobrir nessa mulher, a sua beleza natural.

Quando a Influência da Mídia Nos Padrões de Beleza NÃO Respeita as Leis da Natureza

Essa inquietação mexe com a autoestima de muitas mulheres. Elas passam a ter horror à gordura. Fogem do sedentarismo e buscam reduzir suas medidas corporais a qualquer preço. Tomam consciência de que a obesidade não é uma boa.

Quando não conseguem, ficam insatisfeitas, adoecem e começam a empobrecer suas vidas. Não conseguem mais trabalhar e nem se relacionar social e amorosamente.

Apostam nos silicones, mas nem sempre procuram os meios corretos para a execução de cirurgias aparentemente simples, mas que de simples não tem nada. Querem se tornar bonitas e atraentes e, muitas vezes, esquecem que o tempo é implacável com a beleza.

Não confundir uma pessoa bem cuidada, com um exagerado ‘estica dali e estica daqui’, pois tudo vai num certo momento envelhecer. Não adianta ter 70 anos e querer aparentar 30. É a lei da natureza. Mais do que um peito ou uma bunda no lugar, é importante entender que a beleza precisa ultrapassar a aparência.

Mulheres são muito mais que corpos. Isso vai muito mais além que uma aparência estética. É preciso combater esse controle opressor dessa imposição midiática para uma vida com mais liberdade e respeito pelas próprias escolhas.

Respeite Os Seus Limites. A Vida Vai Agradecer!

A Influência Da Mídia Nos Padrões De Beleza (Vídeo)

Gostou do artigo? Leia também:

A Influência Da Mídia Nos Padrões De Beleza
5 (100%) 120 votes

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.