Saúde e Bem-Estar

Candidíase com Sangramento

Se o sistema imunológico estiver em baixa, a ‘cândida’ se aproveita para se espalhar.

Candidíase com Sangramento
Avalie este post

Candidíase é causada pelo fungo denominado ‘cândida albicans’ que se mistura a outras bactérias e se prolifera no organismo ou em
determinada parte específica do corpo.

É conhecida também como vaginose bacteriana se prolifera em lugar quente e úmido. O corrimento vaginal apresenta-se esbranquiçado
podendo conter grumos semelhante ao leite talhado ou amarelado claro, que geralmente aumenta no período pré-menstrual.

Embora não seja considerada uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) o parceiro sexual pode apresentar coceira ou irritação no
pênis. Pode causar inchaço na glande (pele que reveste a cabeça do pênis), pequenas lesões ou pontos avermelhados que irritam e também
provocam uma coceira intensa.

A coceira provoca assadura, inchaço, irritando muito a vagina, podendo provocar até sangramento, pode surgir dor no relacionamento sexual e também sangramento após o ato.

Candidíase com Sangramento e os Fatores que Ativam sua Proliferação

 

A proliferação da ‘cândida albicans’ depende do sistema imunológico, pois uma vez que ele decline, aumenta a quantidade dos fungos.
Mais frequente ela se dá:

  • Diabetes Mellitus sem controle, com alta taxa de glicemia;
  • Doenças auto imunes como AIDS ou simplesmente uma queda de imunidade;
  • Obesidade principalmente a mórbida;
  • Gravidez;
  • Roupa muito justa, sem ventilação e de tecido sintético;
  • Uso de antibiótico, corticoides e anticoncepcionais;
  • Uso excessivo de sabonete íntimo, cremes e produtos na área vaginal ou duchas diárias, retirando a flora bacteriana;
  • Uso excessivo de álcool;
  • Estresse e ansiedade;
  • Insônia;
  • Anemia;
  • Alimentação pobre em nutrientes e rica em açúcar.

Candidíase Precisa ser Tratada com Sangramento ou Não?

A candidíase é uma doença secundária, ou seja, ela pode ser causada por outros problemas na saúde que não são diretamente relacionados com a candidíase em si.

Uma pessoa que sofre aborto espontâneo ou tem a bolsa amniótica rompida, ou tem infecções no endométrio após o parto, ou ainda teve
criança prematura, pode ter tido uma candidíase não tratada, não que isso tenha sido a causa desses incidentes.

A mãe que amamenta e que possui a candidíase é capaz de transmitir para o bebê em forma de sapinho, causando dor e incômodo a ambos.
A candidíase se não tratada pode levar à consequências como infecções urinárias, dor abdominal, queda de cabelo, perda da libido ( devido a dor e até o sangramento em alguns casos ), irritabilidade e alergias.

Para um diagnóstico é fundamental consultar um médico e fazer os exames adequados. A alimentação é sempre importante para ajudar na
recuperação de qualquer doença e na manutenção do sistema imunológico.

Uma dica: diminua o consumo de açúcar, a ‘cândida’ se alimenta dele.

Candidíase com Sangramento [VÍDEO]

Candidíase com Sangramento [VÍDEO]

Gostou deste Artigo? Leia Também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

  1. soeli disse:

    Faço reposição hormonal, pela primeira vez estou com candidiase. Pode ser causado pelos hormônios,? Tenho sessenta anos. Por favor poderia me indicar algo natural para fazer a reposição, fazem três anos que uso TRH, não consigo ficar sem por causa dos calorões e não consigo dormir. Gostaria de parar. Grata.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.